Arquivo da categoria: Notícias

Programação do Mês da Mulher termina nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira, 29, das 9h às 13h, na Praça da Revolução Farroupilha (junto à estação Mercado do Trensurb) será realizada uma ação de encerramento do Mês da Mulher. Ao longo do mês de março ocorreram palestras, seminários, exposições e encontros que marcaram este período do ano dedicado às mulheres.

No encerramento, haverá uma série de serviços ao público feminino que passar pelo local. A equipe técnica do Sine Municipal prestará informações sobre o mercado de trabalho e distribuirá senhas para a emissão de carteiras de trabalho; a equipe do INSS prestará informações previdenciárias; também estarão presentas a Delegacia Móvel e a Patrulha Maria da Penha. O evento contará ainda com a presença da banda da Brigada Militar, com a apresentação circense “O Homem Banda” (apoio SEDACTEL) e com a distribuição de brindes para as participantes.

A programação do Mês da Mulher de 2018 foi toda desenvolvida de forma conjunta entre os poderes executivo e legislativo, por meio Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte (SMDSE), por meio da coordenadoria da Mulher, vinculada à diretoria dos Direitos Humanos da SMDSE.

Procuradoria Especial da Mulher cobra do TSE igualdade na política

A Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Porto Alegre enviará ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) documento cobrando que as mulheres sejam tratadas com igualdade na política. O encaminhamento foi feito na manhã desta quinta-feira (15/3), durante mesa redonda que abordou este tema e contou com a participação de 13 representantes dos 16 partidos com cadeiras no Legislativo da capital. O evento, realizado no Auditório Ana Terra, integra a programação do Mês da Mulher, promovido pela Procuradoria Especial da Mulher em parceria com órgãos municipais.

15-3 Por Mais Mulheres na Politica (10)

A procuradora Especial da Mulher, vereadora Comandante Nádia (PMDB), destacou que os partidos precisam tratar de forma igualitária as mulheres na divisão do tempo de TV e do Fundo Partidário. “Precisamos que o TSE garanta a igualdade de gênero nos partidos, caso contrário, proponho fazermos um levante e não nos candidatarmos. Assim, a exigência de os partidos terem no mínimo 30% de candidaturas femininas não seria atingida e talvez possamos ser ouvidas e respeitadas.”

Ao destacar que o ambiente político é majoritariamente masculino e machista, a presidente em exercício do Legislativo, vereadora Mônica Leal (PP), lamentou a morte da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL). Em solidariedade à parlamentar, propôs que os presentes fizessem um minuto de silêncio e disse que o atual momento exige reflexão. “Este é um momento muito triste. Tentamos mobilizar as mulheres para ocuparem cargos eletivos e ainda perdemos esta vereadora, que foi morta por falar a verdade. Calar uma mulher é calar todas as mulheres”, lamentou.

Também participaram da mesa redonda as representantes do PSOL, Raquel Matos; do PT, Estela Villanova; do PRB, Beth Colombo; do PROS, Tatiane Bernardes; do PSDB, Fernanda Machado; do NOVO, Ana Carolina Dalben; do PSB, Marisa da Silva; da REDE, Adriana Justo; do SD, Carla Slongo; do PDT, Waleska Valsconcelos; e do PODE, Maria Angélica Queiroz Rodrigues.

 

Texto: Cibele Carneiro (reg. pref. 11.977)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)

Mulheres recebem destaque do Legislativo pelo Dia Internacional

Nove mulheres foram homenageadas no dia 8 de Março pela Câmara Municipal de Porto Alegre. Indicadas por vereadoras, pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Esporte da Capital e pelo Sindicato dos Servidores da Câmara (Sindicâmara), as lideranças femininas destacadas pela passagem do Dia Internacional da Mulher participaram da sessão ordinária do Legislativo na tarde desta quinta-feira (8/3), oportunidade em que, além de receberem flores e diplomas alusivos à data, tiveram suas trajetórias pessoais e profissionais citadas na tribuna do Plenário Otávio Rocha.

Receberam destaque pela data a delegada da Polícia Civil Nadine Tagliari Farias Anflor, a líder comunitária Angélica Celeste Mirinhã, a mãe de uma criança portadora de necessidades especiais Flávia Carian Quadros de Souza, a travesti e liderança LGTB Marcelly Malta, a jornalista Rosina Duarte, a protetora de animais Laíza Fróes Scaf, a cadeirante Liza Cristina Cence, a servidora da Câmara Municipal Vilma Silva e a arquiteta Diza Gonzaga. A homenagem teve ainda a participação da violinista Maria Stringuini, que interpretou a música La vie en rose.

Homenageadas

TON_1397 A vereadora Comandante Nádia (PMDB) destacou a atuação da delegada Nadine Anflor, com quem trabalhou, enquanto integrante da Brigada Militar na implantação da Patrulha Maria da Penha. A vereadora lembrou que Nadine foi a primeira mulher eleita para presidir a Associação de Delegados de Polícia Civil do Estado, além de ter atuação destacada em órgãos de segurança pública.

Angélica Mirinhã foi a indicada pela vereadora Sofia Cavedon (PT). “Angélica compõe a luta das mulheres urbanas, das mulheres negras, da luta pela moradia, pela assistência social”, destacou. “É uma liderança comunitária feminista”, disse ainda a vereadora ao citar a participação da homenageada nos Fóruns Fome Zero e em reivindicações por verbas para o desenvolvimento e por aplicação de políticas de assistência social.

Mãe de uma criança especial, Flávia Souza foi indicada para a homenagem pela vereadora Cláudia Araújo (PSD). “Ela representa a luta de muitas mulheres que têm filhos e dependentes especiais”, afirmou. “A luta de uma mãe especial não é fácil, pois são várias lutas por vários motivos”, disse ainda a vereadora, ao salientar que uma mulher nessas condições busca respeito a si como mulher e ao direito dos filhos, “muitas vezes não respeitados”.

“Uma pessoa que, para nossa luta, é um importante exemplo de vida”. Assim a vereadora Luísa Stern (PT) definiu a travesti e liderança LGBT Marcelly Malta. A vereadora disse igualmente ser necessário que esta data seja um dia internacional de luta de todas as mulheres, e não apenas de um padrão de mulher. “Mas das negras, da cidade, do campo, das transexuais e das travestis”, citou. Luísa lembrou ainda que a luta de Marcelly abriu caminho para muita gente: “Inclusive para mim”.

Jornalista, escritora e educadora popular, Rosina Duarte foi destacada pela vereadora Natália Alves (PT). “Ela está aí para fazer e escrever a história dos cidadãos invisíveis, das ruas”, salientou Natália ao lembrar que Rosina é responsável pelo jornal Boca de Rua, que retrata a vida e histórias de moradores de rua da Capital. A vereadora citou livros escritos pela homenageada, além de lembrar ser ela a promotora de oficina de leitura crítica de veículos de comunicação. “Sempre se jogou de corpo e alma em projetos sociais”, disse ainda Natália sobre a jornalista.

O pioneirismo em campanhas pelo bem-estar dos animais, com a formação de grupos que posteriormente se multiplicaram, foi o motivo de Laíza Scaf ser homenageada pela vereadora Lourdes Sprenger (PMDB). “Ela criou um dos primeiros grupos de apoio aos animais, que foi também uma das primeiras entidades do Rio Grande do Sul com reconhecimento nacional”, disse Lourdes, ao citar que, na época, não havia nenhum apoio do poder público para ações desta natureza. “Laíza deixou sementes de conscientização sobre o controle populacional dos animais”, lembrou.

A vereadora Mônica Leal (PP), presidente interina da Câmara, definiu a homenageada por ela indicada como uma “especialista na preservação da vida”. Presidente da Fundação Thiago Gonzaga, Diza Gonzaga tem uma atuação fortemente ligada a conscientizar a juventude sobre a valorização da vida, onde jovens alertam outros jovens a respeito dos perigos da mistura de álcool com direção, como destacou Mônica. “Acompanho, vibro e aplaudo a Fundação”, destacou a vereadora. “Pais e jovens agradecem de coração pelo trabalho de preservação da vida”.

Uma colega com disposição ao trabalho, tendo exercido na Câmara Municipal de Porto Alegre funções variadas que incluíram os setores de limpeza e marcenaria, se constituindo num exemplo para todos os servidores da Casa legislativa. Assim foi definida Vilma Silva, indicada pelo Sindicâmara para a homenagem. A servidora Valeska do Canto Donini, que falou pelo Sindicato, lembrou ainda que Vilma nunca abandonou seu posto de trabalho e criou um filho exercendo por vezes três turnos diários. “Temos muito orgulho em homenagear esta colega”, salientou Valeska.

Secretária em exercício da pasta municipal de Desenvolvimento Social e Esporte, Denise Ries Russo destacou a servidora pública e cadeirante Lizete (Liza) Cristina Cence. Integrante do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência, Liza foi definida como uma “lutadora e vencedora na vida”. Conforme Denise, a homenageada faz diferença na vida das pessoas. “É uma honra para o Executivo homenagear, em parceria com a Câmara Municipal, essa pessoa que tem uma delicadeza de vida e uma trajetória vitoriosa”.

Agradecimentos

A delegada Nadine Anflor dividiu a homenagem com todas suas colegas policiais, com a secretária-adjunta de segurança do município de Porto Alegre e com todas as outras mulheres. Recordou que as primeiras mulheres ingressaram na Polícia em 1988, com a necessidade de delegadas para comandar as primeiras Delegacias da Mulher. “Hoje já somos mais de 33% na instituição. Estamos galgando cada vez mais os postos de comando e almejando a igualdade entre homens e mulheres”, afirmou.

Angélica Mirinhã dedicou a homenagem a sua mãe, que foi responsável por sua educação, ao seu pai, às suas filhas, à sua neta Rafaela e ao seu neto Gabriel. Também dedicou a distinção à Base de Movimento Popular Comunitário e a todas as lutas populares por moradias. “A política representa um espaço e iremos utilizá-lo. As mulheres não têm que ter medo. Vamos nos organizar para conquistar nossos direitos e nossa cidadania”, declarou.

Flávia Souza agradeceu à vereadora Cláudia Araújo pela homenagem e pelo envolvimento na luta com as mães de pessoas especiais. Estendeu a homenagem a todas estas mães, que, segundo ela, muitas vezes acabam por abdicar de carreiras profissionais para se dedicarem à qualidade de vida dos filhos.

Rosina Duarte destacou o trabalho da Alice, que é realizado junto a populações que são consideradas, muitas vezes, invisíveis (prostitutas, presidiárias, jovens de periferia, moradoras de rua). Como lembrou, principalmente as moradoras de rua enfrentam situações lamentáveis ao ter os filhos sequestrados dos hospitais e dados para adoção. “Algumas delas chegam a passar uma vida inteira procurando pelos filhos. Poucas os reencontram, por meio da imprensa, com o apoio de jornais como o Boca de Rua. Peço que tornem estas histórias mais vivas, com a devida credibilidade às histórias destas mulheres. Desejo que este seja um dia de luta”, concluiu.

Homenageada pela vereadora Lourdes Sprenger (PMDB), a artista plástica e defensora dos animais Laíza Scaf, usou seu tempo na tribuna para defender a causa dos animais. De acordo com ela, o setor dedicado ao atendimento de animais na cidade está sendo bem estruturado. “É uma causa que carrego no peito”, defendeu. Em sua convicção, o poder público é o agente com a responsabilidade de cuidar do assunto, trabalhando através de ONG’s e abrigos.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoas com Deficiência de Porto Alegre, Liza Cristina Cence, homenageada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Esporte, aproveitou a oportunidade para agradecer a todos que enriquecem a luta das mulheres, que, conforme ela, é diária. Segundo Liza, a mulher deficiente também é discriminada e esquecida, pois é uma causa desassistida pela classe política. “Temos muito a avançar”, frisou.

Diza Gonzaga, da Fundação Thiago Moraes Gonzaga, homenageada por Mônica Leal (PP), declarou que 8 de Março é mais que um dia de comemorações. “É um dia de reflexão sobre o nosso papel na construção de um mundo mais amoroso e honesto. E, também, um dia de rever o preconceito e discriminações que as mulheres vêm sofrendo há centenas de anos”. Ela destacou também que a data serve para acabar com mitos, e citou o trânsito como exemplo. “No trânsito, em qualquer barbeiragem é dito: tinha que ser mulher”. Na ocasião, ela apontou que 90% dos acidentes automotivos com morte tinham o homem como condutor. Nos 20 anos em que está à frente da fundação, Diza afirmou que tem acompanhado o comportamento feminino no trânsito, que é mais prudente, e que o grande desafio é fazer com que homens fiquem mais atentos à preservação da vida.

 

 

 

Texto: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
           Alex Marchand (estagiário de Jornalismo)
           Munique Freitas (estagiária de Jornalismo)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)    Câmara POA

Câmara e Executivo dão inicio às atividades do Mês da Mulher

Na última semana, a Procuradoria Especial da Mulher iniciou as atividades alusivas ao Mês da Mulher.

Ao longo de todo o mês de março, serão realizadas palestras, seminários, exposições e atividades internas e externas à Câmara. As atividades são uma parceria da Procuradoria Especial da Mulher da Câmara e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte (SMDSE).

Abertura Oficial da Programação do Mês da Mulher. Na foto, a vereadora Comandante Nádia.

Abertura Oficial da Programação do Mês da Mulher. Na foto, a vereadora Comandante Nádia.

A procuradora especial da Mulher na Câmara, vereadora Comandante Nádia (PMDB), destacou durante a abertura do Mês da Mulher, no Plenário Ana Terra, que a Câmara tem a obrigação de falar de pautas relevantes e propor políticas públicas para construir uma Porto Alegre mais humana e igualitária. “Estamos enfrentando o desafio de unir o Legislativo e o Executivo, procurando melhorias para as porto-alegrenses, especialmente as que são vítimas de violência. Precisamos nos despir das ideologias e promover ações conjuntas para melhorar as questões envolvendo a pauta feminina.”

A secretária de Desenvolvimento Social, Denise Russo, destacou que a parceria entre Executivo e Legislativo representa um avanço para a pauta da mulher e é o grande diferencial da programação deste ano. “Estamos mostrando que é possível trabalharmos juntos numa pauta estendida de valorização das mulheres.” Disse que a intenção é fazer avançar as políticas públicas em áreas como educação, prevenção à violência e empreendedorismo feminino.

Abertura Oficial da Programação do Mês da Mulher. Na foto, a secretária Adjunta de Desenvolvimento Social de Porto Alegre, Denise Ries Russo e as vereadoras Monica Leal e Comandante Nádia.

Abertura Oficial da Programação do Mês da Mulher. Na foto, a secretária Adjunta de Desenvolvimento Social de Porto Alegre, Denise Ries Russo e as vereadoras Monica Leal e Comandante Nádia.

A procuradora-adjunta especial da Mulher e primeira vice-presidente da Câmara, vereadora Mônica Leal (PP), disse que o Mês da Mulher é um momento importante para tratar de pautas como: equiparação salarial entre gêneros; fim do machismo, da violência doméstica e do feminicídio; aumento da autoestima das meninas; implantação de creches para amparar e dar segurança às mães trabalhadoras; e ampliação da participação feminina na política.

Destaques

Entre os destaques da programação do Mês da Mulher estão um bate-papo sobre a presença feminina na política, com mulheres representantes dos 16 partidos que possuem cadeiras na Câmara. O encontro ocorre no dia 15, das 8h30min às 12h, no Plenário Ana Terra. Haverá ainda, no dia 21, o “Seminário Mulheres Vítimas de Violência Sexual: Qualificando e Ampliando a Assistência”. O debate, voltado para profissionais da área da saúde, ocorre das 8h30 às 17h, no Auditório Jair Boeira, do Hospital Nossa Senhora da Conceição.

Outro destaque é a ação social de encerramento do Mês da Mulher, que ocorre no dia 29, das 10h às 13h, na Praça da Revolução Farroupilha. Organizado pela Procuradoria Especial da Mulher em parceria com a SMDSE e a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP), haverá confecção de carteiras de trabalho, distribuição de camisinhas, aferição de pressão, Delegacia Móvel, patrulha Maria da Penha, Defensoria Pública, entre outras estruturas e atividades voltadas ao público feminino.

Comunicações Temáticas

A Câmara promove ainda dois períodos de Comunicação Temática envolvendo a pauta feminina. Na ultima quinta-feira (1º/3), a sessão ordinária contou com a presença da secretária-adjunta de Segurança Pública de Porto Alegre, delegada Claudia Crusius, que falou sobre as ações da secretaria, voltadas para as mulheres.

Período de Comunicações Temático para apresentar as atividades e ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Segurança (SMSEG), ao longo do ano de 2017. Na foto, a secretária adjunta da pasta, delegada Cláudia Rocha

Período de Comunicações Temático para apresentar as atividades e ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Segurança (SMSEG), ao longo do ano de 2017. Na foto, a secretária adjunta da pasta, delegada Cláudia Rocha

Ao agradecer a vereadora Comandante Nádia (PMDB) pelo convite, Cláudia afirmou que, apesar de ter sido bastante corrido, 2017 foi um ano no qual a Secretaria enfrentou novos desafios. Um dos pontos principais ressaltados por ela foi a integração das forças de segurança do estado e do município. Para ela, este foi o norte da administração da Secretaria com a união de esforços realizada com as polícias civil e militar, além do Exército. “Passaram a ser parceiros da Guarda Municipal.” A exemplo disto, a delegada explicou que o Centro de Comando do Estado e de Porto Alegre trabalham juntos com as câmeras de monitoramento, totalizando mais de mil equipamentos espalhados na cidade.

No dia 8, durante a Quinta Temática, haverá uma homenagem a seis mulheres, indicadas pelas quatro vereadoras da Câmara – Comandante Nádia, Fernanda Melchionna (PSOL), Mônica Leal (PP) e Sofia Cavedon (PT) -, pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Condim) e pelo Executivo.

Além disso, durante o mês das mulheres, a presidência da Câmara ficará a cargo da vereadora Mônica, em função de licença saúde do vereador Valter Nagelstein (PMDB).  O líder do PMDB, vereador Idenir Cecchim, também passou a liderança da bancada neste mês para a vereadora Comandante Nádia.

Vereadora Comandante Nádia assume liderança da bancada do MDB durante o mês de março.

Vereadora Comandante Nádia assume liderança da bancada do MDB durante o mês de março.

Também estiveram presentes na abertura do Mês das Mulheres a vereadora Sofia Cavedon (PT) e a secretária-adjunta da Educação de Porto Alegre, Ivana Genro Flores, entre outras lideranças femininas.

Confira o que já aconteceu: 

IMG_8163
Confira a programação completa:
05/03
– 14h: Tribula Popular com o Condim

06/03
– 8h: Abertura da exposição do Memorial da Câmara: História do Trabalho da Mulher
Local: SINE

– 8h às 17h: Dia de atendimento especial para as mulheres, organizado pela Prefeitura
Local: SINE – Avenida Sepúlveda, s/n, Centro Histórico

08/03
– 12h: Almoço dos Técnicos Científicos da Prefeitura

– 14h: Quinta Temática com homenagem a seis mulheres, indicadas pelas vereadoras, Condim e Executivo
Local: Plenário Otávio Rocha

– 18h: Abertura da Mostra Coletiva de Artes Plásticas em Homenagem à Bertha Lutz, organizada pelo gabinete do vereador Clàudio Janta, GT Mulher Solidariedade RS e Associação de Mulheres DIVA’S
Local: Saguão dos Correios e Telégrafos da Câmara, até 16/03

15/03
– 8h30 às 12h: Bate-Papo “Por mais mulheres na Política”, com uma representante de cada partido político da Câmara
Local: Plenário Ana Terra

– 15h: Ônibus de Reaproveitamento Total de Alimentos da Ceasa
Local: ONG Renascer – Av. Macedônia, 199 – Restinga

18/03
– 10h às 16h: Campeonato de Futebol Feminino organizado pela Prefeitura
Local: Lomba do Pinheiro

20/03
– Horário a definir: Fórum das Mulheres – Sempre Mulher, organizado pela Prefeitura
Local: Sarandi

– 15h: Ônibus de Reaproveitamento Total de Alimentos da Ceasa
Local: Unidade de Triagem e Compostagem da Lomba do Pinheiro – Estrada Afonso Lourenço Marianti, 4401

21/03
– 8h30 às 17h: Seminário “Mulheres Vítimas de Violência Sexual: Qualificando e Ampliando a Assistência”
Público: Saúde
Local: Auditório Jair Boeira no Hospital Nossa Senhora da Conceição – Av. Francisco Trein, 596, no Prédio Administrativo

22/03
– 15h: Ônibus de Reaproveitamento Total de Alimentos da Ceasa
Local: Av. Cristóvão Colombo, 545 (Shopping Total)

24/03
– Horário a definir: Conversa com Promotoras Legais Populares (PLP’s) – Centro Vida

25/03 a 29/03
– Exposição do Trabalho Pedagógico sobre Machismo nas Escolas – A educação trabalhando a questão feminina, organizado pelo gabinete da vereadora Sofia Cavedon

27/03
– 15h: Ônibus de Reaproveitamento Total de Alimentos da Ceasa
Local: Rua Marta Costa Franzen, 101, Bom Jesus/Renner

29/03
– 10h às 13h: Ação de Encerramento do Mês Internacional da Mulher, promovido pela Procuradoria Especial da Mulher, SSP e SMDSE
Local: Praça da Revolução Farroupilha
Parceiros/Serviços: Colgate (kit de higiene bucal), ótica (Shopping Total), Delegacia Móvel, Patrulha Maria da Penha, Imama, distribuição de camisinhas e aferição de pressão (Hospital Fêmina), confecção de carteiras de trabalho, Banda da Brigada Militar, IGP (Carteiras de Identidade), Susepe, SINE, SESC, Defensoria Pública, representantes dos direitos das mulheres, Associação dos Procuradores do Município de Porto Alegre, Panvel, exposição de fotos de mulheres da Guarda Municipal, Procon, exercícios, problemas vasculares (meias Kendall) e Associação Comercial de Porto Alegre

– 15h: Encerramento Oficial com o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior
Local: Paço Municipal

Texto com informações de :

Cibele Carneiro (reg. prof. 11.977)

Munique Freitas (estagiária de Jornalismo)

Adriana Figueiredo (estagiária de Jornalismo)

Priscila Bittencourte (reg. prof. 14806)

Edição: Carolina Brum Corrêa (reg. prof. 16352)

Definida programação do Mês da Mulher 2018

Na última semana, a procuradora especial da mulher na Câmara de Vereadores, vereadora Comandante Nádia (PMDB), reuniu-se com representantes de setores da Casa, vereadores ou seus representantes, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte; Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM), Fórum Municipal da Mulher, entre outras entidades, para definir a programação oficial do Mês da Mulher.

IMG_8114

“Teremos um mês de atividades intensas, sempre buscando o desenvolvimento e valorização feminina, com seminários, palestras, exposições e atividades. Tudo isso em parceria com órgãos públicos e privados, Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores. As mulheres são o fio condutor da transformação social, nos seus lares, ambiente de trabalho, universidades e também na política, precisamos cada vez mais destacar o nosso valor e proporcionar ações de engajamento e conhecimento”, destacou Nádia.

 

Confira a programação prevista para o mês de março:

01/03/2018

9h – Abertura Oficial da Programação Mês da Mulher junto à Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e do Esporte.

Local: Plenário Ana Terra

 

14:00 – Quinta temática com a presença da Secretaria Adjunta de Segurança Municipal Delegada Claudia Crusius

Assunto: Assédio nos transportes públicos.

Local: Plenário Otávio Rocha.

 

05/03/2018

14h – Tribula Popular – CONDIM

 

06/03/2018

08:00 as 17:00 – Dia de atendimento especial para as mulheres

 

Local: SINE MUNICIPAL

Avenida Sepúlveda, s/n, Centro Histórico

 

08/03/2018

 

12h – Almoço dos Técnicos Científicos da Prefeitura

14:00 – Quinta Temática – Atividade: Homenagem a 6 mulheres. 4 indicadas pelas vereadoras, 1 pelo CONDIM e 1 pelo Executivo.

Local: Plenário Otávio Rocha

 

15/03/2018

8:30 às 12h – Bate Papo: “Por mais mulheres na Política”

Local: Plenário Ana Terra

Palestrantes: Uma representante de cada partido político (são 16) da Câmara de Vereadores. (16).

15:00 –  Ônibus de Reaproveitamento Total de Alimentos

Local: ONG Renascer – Restinga

Av. Macedônia, 199 – Restinga

 

18/03/2018

10 às 16h – Campeonato de Futebol Feminino

Local: Lomba do Pinheiro

 

20/03/2018

Horário a definir – Fórum das Mulheres – Sempre Mulher

Local: Sarandi

 

15:00 – Ônibus de Reaproveitamento Total de Alimentos

Local: UTC – Unidade de Triagem e Compostagem da Lomba do Pinheiro

Estrada Afonso Lourenço Marianti, 4401 – Lomba do Pinheiro

 

21/03/2018

8:30 às 17h – Seminário “Mulheres Vítimas de Violência Sexual: Qualificando e Ampliando a Assistência”

Público: Saúde

Local: Auditório Jair Boeira no Hospital Nossa Senhora da Conceição

Av. Francisco Trein, Nº 596, no Prédio Administrativo

 

22/03/2018

14:00 – Quinta Temática (indicada pela vereadora Sofia Cavedon)

Pauta: “Almofadas do Coração” (Nova Petrópolis)

Local: Plenário Otávio Rocha

15:00 – Ônibus de Reaproveitamento Total de Alimentos

Local: Av. Cristóvão Colombo, 545 (Shopping Total)

 

 

22/03/2018

Horário a definir – Centro Vida – PLP’s

 

Semana de 25 a 29/03

Exposição do Trabalho Pedagógico sobre Machismo nas Escolas – A educação trabalhando a questão feminina

 

 

27/03/2018

15:00 – Ônibus de Reaproveitamento Total de Alimentos no Bom Jesus/Renner

Local: Rua Marta Costa Franzen, 101

 

29/03/2018

10:00 às 15:00 min – Ação de Encerramento do Mês Internacional da Mulher

Local: Praça da Revolução Farroupilha

 

Parceiros/Serviços:

  • Colgate (kit de higiene bucal)
  • Ótica (Shopping Total)
  • Delegacia Móvel – SSP
  • Patrulha Maria da Penha – SSP
  • Imama
  • Distribuição de camisinhas e aferição de pressão (Hospital Fêmina)
  • Confecção de Carteiras de Trabalho – SMDSE
  • Banda da BM – SSP
  • IGP (Carteiras de Identidade) – SSP
  • Susepe – SSP
  • SINE – SMDSE
  • SESC – SMDSE
  • Defensoria Pública – SMDSE
  • Representantes dos Direitos das Mulheres – SMDSE
  • Associação dos Procuradores do Município de Porto Alegre – SMDSE
  • Panvel – SMDSE
  • Exposição de Fotos de Mulheres da Guarda Municipal – SMDSE
  • Procon – SMDSE
  • Exercícios – SMDSE
  • Problemas Vasculares (meias Kendall)
  • ACPA – Associação Comercial de Porto Alegre

 

15:00 – Encerramento oficial no Paço Municipal (com presença do Prefeito)

Local: Paço Municipal

 

 

Texto e fotos: Carolina Brum Corrêa/ MTb 16352

Procuradoria da Mulher e Secretaria de Desenvolvimento Social tecem parceria para ações de 2018

Na tarde desta terça-feira (6), a Procuradora Especial da Mulher na Câmara de Vereadores, vereadora Comandante Nádia reuniu-se com a Secretária de Desenvolvimento Social e Esporte do Município, Denise Russo para tratar de ações conjuntas para o mês de março, que é dedicado às mulheres. Palestras, ações educacionais e motivacionais farão parte do cronograma de atividades.

IMG_8098

Dentre as pautas da reunião, também foi abordada a situação do COMDIM – Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, importante órgão que atua junto a sociedade portoalegrense, em defesa dos direitos das mulheres e que está com problemas nas nomeações das conselheiras.

“O COMDIM precisa funcionar plenamente, para que as nossas mulheres possam contar com mais este braço aliado em busca de seus direitos”, destacou a vereadora.

A secretária destacou a importância da Procuradoria Especial da Mulher e do COMDIM: “Precisamos atuar em conjunto para que possamos ter bons resultados”.

Procuradoria Especial da Mulher programa Mês da Mulher de 2018

Na manhã desta terça-feira (12), a Procuradora Especial da Mulher na Câmara de Vereadores, vereadora Comandante Nádia, reuniu-se com representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Hospital Fêmina, Secretaria de Segurança Pública do Estado, Fórum Municipal da Mulher, Memorial da Câmara de Vereadores e Shopping Total, para definir a programação alusiva ao Mês da Mulher 2018.

“A programação do mês de março está sendo elaborada com muito carinho, para que todas as mulheres possam aproveitar e dividir momentos de cultura, informação e serviços. O mês dedicado a nós, é o mês de nos unirmos em ações que valorizem e incentivem todas as mulheres de Porto Alegre”, destacou a procuradora.

 

 

Seminário sobre violência contra a mulher debateu aborto e stress pós-traumático

A Procuradoria Especial da Mulher na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, a qual vereadora Comandante Nádia (PMDB) é a procuradora, realizou na última quinta-feira (7), em parceria com o Hospital Fêmina, o seminário “Mulheres vítimas de violência, ampliando a assistência”.

Os debates aconteceram no Plenário Ana Terra, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre durante todo o dia. Questões polemicas, como o aborto legal e stress pós-traumático sofrido por mulheres vítimas de violência foram algumas das pautas do evento.

“Precisamos expor esses temas ao debate. Muitas mulheres sofrem com a violência doméstica e as consequências são gravíssimas, tanto para sua saúde física quanto emocional. Além de punirmos os agressores precisamos auxiliar as vítimas”, destacou a vereadora.

II Seminário Mulheres Vítimas de Violência Sexual: qualificando e amplicando a assistência. Na foto, a gerente de administração do Hospital Fêmina, Denise Jornada Braga (ao microfone).

II Seminário Mulheres Vítimas de Violência Sexual: qualificando e amplicando a assistência. Na foto, a gerente de administração do Hospital Fêmina, Denise Jornada Braga (ao microfone).

II Seminário Mulheres Vítimas de Violência Sexual: qualificando e amplicando a assistência. Na foto, a vereadora Comandante Nádia (ao microfone).

II Seminário Mulheres Vítimas de Violência Sexual: qualificando e amplicando a assistência. Na foto, a vereadora Comandante Nádia (ao microfone).

PALESTRAS:

Durante a manhã, a mediação da mesa ficou com Denise Jornada Braga, gerente administrativa do Hospital Fêmina, que coordenou as quatro palestras.

Lei Maria da Penha – Relato de Experiência , foi o tema da vereadora Comandante Nádia. A palestra expôs os trabalhos da Patrulha Maria da Penha, que foi implementada e coordenada por ela quando atuava na Brigada Militar.  “A violência doméstica atinge milhares de mulheres independente da idade ou classe social. A maioria dos casos ocorre dentro de casa e os agressores são os maridos, companheiros ou pessoas com quem a vítima possui relação afetiva. De acordo com as estatísticas apresentadas, de cada três mulheres uma sofreu ou irá sofrer violência doméstica no Rio Grande do Sul. O Exposto inquieta e envergonha toda a sociedade gaúcha, e, por este motivo, a Patrulha Maria da Penha se faz necessária como política transversal que resulta na erradicação desses índices”, destacou a Vereadora.

A delegada Adriana da Costa apresentou dados técnicos e estatísticas da Policia Civil, na palestra Dados da Violência: aspectos legais e fluxo de atendimento. Já a psicóloga da Brigada Militar, Iara Fasoli, tratou sobre a Importância do acompanhamento psicológico na ocorrência, elucidando maneiras de atendimento às vítimas e como ajuda-las durante este encaminhamento.

Na parte da tarde, o mediador foi o Dr. Eduardo Trindade, gerente de internação do Hospital Fêmina, e as palestras abordaram temas mais técnicos em relação ao atendimento de saúde e assistência social às vítimas. Acolhimento foi o tema das enfermeiras Monica Ochoa e Elizabete Teles, que esclareceram o atendimento àquela mulher violentada quando chega ao hospital, abordando as formas do procedimento inicial.

O Dr. Mario Peixoto, Infectologista do Fêmina, elucidou questões sobre Profilaxia pós-exposição. “A grande maioria da população não sabe como é atendida a pessoa violentada sexualmente no que diz respeito a exposição à DST’s. Temos que disseminar a informação sobre o tratamento, que já é feito de imediato quando o hospital recebe a vítima. Se agirmos dentro do tempo, podemos evitar que muitas dessas vítimas sejam infectadas e que as doenças se manifestem”, observou o palestrante.

Aborto Legal, foi abordado pela ginecologista Carolina Pereira, que também atua no Fêmina. “Quando a gravidez é decorrente de estupro, quando há risco de morte para a mãe ou se o feto é anencéfalo (não possui cérebro), existe orientação legal para que seja realizado o procedimento abortivo. Temos uma equipe preparada para aportar essas mulheres nestes casos, comprovado o estupro a equipe médica inicia o procedimento”, destacou Caroline.

As questões psicológicas das vítimas de violência doméstica e sexual foram esclarecidas pelo psicólogo da PUC, Eduardo Guimarães, que falou sobre Stress Pós-traumático. Já pela assistente social do Fêmina, Marli Silveira e a psicóloga Flavia Azevedo, trataram sobre os aspectos emocionais da violência contra a mulher, encerrando o seminário trazendo um levantamento sobre a necessidade de atendimento à família e filhos da vítima.

O evento foi alusivo aos 16 Dias de Ativismo – campanha que aborda o combate a violência contra a mulher, e contou com o público de diversos segmentos da sociedade.

IMG_8004 IMG_7953 IMG_7939

Procuradoria da Mulher participará dos 16 Dias de Ativismo

Campanha global criada pela Organização das Nações Unidas busca o fim da violência contra as mulheres

A Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal de Porto Alegre participará da campanha mundial 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres – criada pela ONU -, que, na Capital, começa em 20 de Novembro. Como ficou definido em reunião realizada na manhã desta terça-feira (14/11), durante a campanha a Procuradoria, presidida pela vereadora Comandante Nádia (PMDB), promoverá atividades e se somará a ações organizadas por entidades e órgãos ligados à defesa dos direitos da mulher.

Além de Comandante Nádia e das servidoras da Procuradoria, compareceram à reunião representantes dos gabinetes das vereadoras Fernanda Melchionna (PSOL), Mônica Leal (PP) e Sofia Cavedon (PT). Elas pretendem marcar presença no Largo Glênio Peres e em algum bairro da periferia, com distribuição de cartilha informativa sobre direitos e serviços de atendimento às mulheres e material sobre os 11 anos da Lei Maria da Penha – Lei Federal 11.340/2006, que cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. As datas desses atos públicos deverão ser definidas ainda nesta semana.

Nádia informou que, até agora, três atividades com participação ou promovidas pela Procuradoria já estão confirmadas para a campanha. No dia 20, segunda-feira, será realizado o Seminário Saúde da Mulher, das 14 às 18 horas, no Plenário Ana Terra, com apoio também do gabinete do vereador Airto Ferronato (PSB). Já no dia 26, domingo, vereadoras e servidoras estarão conversando com o público e distribuindo material informativo a partir das 10 horas junto ao Monumento ao Expedicionário, no Parque da Redenção. Logo após a campanha na Capital, no dia 7 de dezembro, a Procuradoria promoverá o Seminário Violência contra a Mulher – Qualificando e Ampliando a Assistência, em parceria com o Hospital Fêmina.

A vereadora ressaltou que a Procuradoria da Mulher está aberta a todos. Também anunciou que, tão logo terminem as atividades dos 16 Dias de Ativismo, a Procuradoria começará a definir a pauta de ações para março de 2018, Mês Internacional da Mulher. Informações: (51) 3220-4358.

Confira a programação:

f745eda3-16c9-454a-8c0f-e3a9bb162994

 

 

Texto: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)
Edição: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)