Arquivo mensais:outubro 2017

Procuradoria da Mulher faz campanha de doação de lenços na Câmara

Em meio às atividades programadas para marcar o Outubro Rosa, mês dedicado à campanha de combate e prevenção ao câncer de mama, a Procuradoria Especial da Mulher, na Câmara Municipal de Porto Alegre, promove a campanha “Doe Lenço”. As doações de lenços serão aceitas até o final do mês de outubro e devem ser feitas no andar térreo da Câmara, em frente ao Setor de Memorial. As contribuições serão encaminhadas, em sua totalidade, ao Instituto de Mama do Rio Grade do Sul (Imama), onde servirão de adereço para as mulheres que tiveram seus cabelos raspados pela doença.

Evento organizado pela Procuradoria Especial da Mulher para coleta de lenços em apoio ao outubro rosa.

Evento organizado pela Procuradoria Especial da Mulher para coleta de lenços em apoio ao outubro rosa.

A Procuradoria Especial da Mulher, coordenada pela vereadora Comandante Nádia (PMDB), está em funcionamento desde junho de 2015 e tem como missão zelar pelos direitos da mulher, bem como fiscalizá-los, controlá-los e incentivá-los, criando mecanismos de empoderamento, especialmente em situações de desigualdade de gênero.

Além disso, representa as mulheres, recebe denúncias de violência e as encaminha aos órgãos competentes. A procuradoria tem, ainda, a função de prezar pela aprovação de projetos de lei, projetos de emenda à Constituição e políticas públicas que venham a garantir e ampliar os direitos já conquistados.

Texto: Adriana Figueiredo (estagiária de jornalismo)
Edição: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

Procuradoria Especial da Mulher solicita espaço na tribuna em meses que abordam temas relacionados as suas atividades

23-10 TON_9073  A procuradora especial da Mulher na Câmara de Vereadores, vereadora Comandante Nádia, encaminhou a Mesa Diretora da Casa, uma proposta de alteração da Resolução de Mesa nº 2368/2015, que cria e dispõe sobre a Procuradoria, para que nela conste a possibilidade do uso da tribuna nos meses de março, outubro e novembro, com a finalidade de tratar especificamente sobre temas relacionados às atividades da Procuradoria.

Tendo em vista que, no mês de março é abordado o mês da mulher; em outubro o outubro rosa, conscientização e combate ao câncer de mama e em novembro se aborda o 16 dias de ativismo, uma mobilização mundial pelo fim de violência de gênero.
23-10 TON_9101

O documento entregue ao presidente, vereador Cassio Trogildo (PTB), foi subescrito pelas quatro vereadores Mulheres, a procuradora, Comandante Nádia (PMDB), Monica Leal (PP), Sofia Cavedon (PT) e Fernanda Melchiona (PSOL).

Texto: Carolina Corrêa – MTb 16352   –   Fotos: Tonico Alvarez

 

Outubro Rosa: Procuradora destaca importância do combate e prevenção ao câncer

Período de Comunicações - IMAMA.

Período de Comunicações da sessão ordinária desta quinta-feira visou das publicidade ao tema

As atividades desenvolvidas pelo Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (Imama) foram o tema do período de Comunicações, da sessão ordinária desta quinta-feira (5/9), na Câmara Municipal de Porto Alegre. Para falar do assunto, o Legislativo recebeu a presidente do Instituto, a médica Mayra Callefi, a vice-presidente Beatriz Moser e a embaixadora Altair de Canto, todas voluntárias da entidade, além de dezenas das chamadas Vitoriosas, mulheres que venceram o câncer de mama. As discussões também marcaram programação ligada ao Outubro Rosa que está sendo desenvolvida no parlamento da Capital.

Período de Comunicações - IMAMA. Na foto: presidente voluntária do Imama, Maira Caleffi

Período de Comunicações – IMAMA. Na foto: presidente voluntária do Imama, Maira Caleffi

“Nenhum direito a menos”, assim destacou Mayra Callefi, médica especialista no tema, sobre um dos propósitos do Imama. Defendendo a saúde e o acesso à informação, ela falou sobre a missão do Instituto em encorajar pessoas diagnosticados com câncer e explicou que a campanha da entidade neste ano tem o objetivo de incentivar o paciente ao controle da doença e, também, em alertar sobre a importância do acesso rápido ao diagnóstico e o tratamento correto. “Queremos estimular os pacientes a se envolverem cada vez mais neste processo”. Para Mayra, o emponderamento do paciente surge através da informação.

Só no Brasil, mais de um milhão de casos de câncer de mama foram registrados em 2017, e quase 15 mil vão morrer por causa da doença, segundo dados apresentados pela a médica. Para Mayra, isso acontece porque muitos pacientes chegam atrasados ao diagnóstico, estando num estágio já avançado da doença e acabam não recebendo o tratamento em tempo. “É muito comum termos medo. Mas, para tirarmos este mito é preciso que as pessoas procurem atendimento”. Há mais de 35 anos atuando na área, ela afirmou ser possível curar o câncer de mama se o tratamento for exigido e realizado com antecedência.  “A primeira coisa a fazer é entender o problema, e não fugir dele”.

Período de Comunicações - IMAMA.

Período de Comunicações – IMAMA.

Período de Comunicações - IMAMA.

Período de Comunicações – IMAMA.

Alerta

A procuradora-especial da Mulher na Câmara Municipal, vereadora Comandante Nádia (PMDB), ressaltou que o Outubro Rosa visa a alertar que a prevenção e o diagnóstico precoce é a melhor forma de combate ao câncer de mama. Lembrou que, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), houve cerca de 5 mil casos de mulheres gaúchas com câncer de mama em 2016, sendo que mais de mil destes casos ocorreram em Porto Alegre. “Essas mulheres têm a sua vida interrompida, a rotina alterada e a saúde fragilizada ao enfrentar o tratamento do câncer. É preciso incentivar as campanhas de combate e prevenção e ajudar as mulheres e a sociedade a enfrentarem este problema.”

05-10 IMAMA - Outubro Rosa (3)

Nádia também defendeu que haja mais políticas públicas efetivas no combate à doença e destacou a importância das consultas periódicas e dos exames de rotinas como a melhor forma de se proteger da doença, bem como a realização de mamografia a partir dos 40 anos de idade. Também parabenizou o Imama pelo trabalho realizado desde 1993, quando foi fundado por um grupo de mulheres que eram pacientes da médica Mayra Caleffi, presidente da entidade sem fins lucrativos “Elas começaram um trabalho para que outras mulheres não passassem dificuldades no tratamento do câncer. O Imama luta por mais agilidade em todos os processos na rede de atenção à saúde da mulher, sendo pioneiro na mobilização social e como articulador de políticas públicas.”

 

 

 

Fonte: https://www.camarapoa.rs.gov.br/noticias/outubro-rosa-imama-divulga-atividades-de-combate-e-prevencao-ao-cancer